in

Mulheres realizam evento cervejeiro e lutam contra o preconceito em favor da igualdade

Beer Summit 2020 é realizado a partir de Florianópolis, com foco na diversidade.

Beer Summit
Abertura do Beer Summit 2020. Na foto estão: Aline Araújo, Jessica Mafra, Amanda Reitenbach, Janine Mathias, DJ Mitay e Carolina Mariano (da esquerda para a direita).

A história do cenário cervejeiro nacional está sendo recontada pelas mulheres, principalmente depois de um 2020 marcado por denúncias de racismo e homofobia por parte de integrantes do setor produtivo nacional. O Beer Summit 2020, evento capitaneado exclusivamente por mulheres e organizado pelo Science of Beer Institute, de Florianópolis, tem na diversidade um dos seus temas principais. Em agosto passado, mensagens de um grupo com mais de 200 produtores do país mexeram com o setor. “Por isso o foco na igualdade de gênero é um dos grandes motes do Beer Summit 2020”, afirma Amanda Reitenbach, CEO do Science of Beer.     

“Participar desse evento é sobre entendimentos de que precisamos abrir horizontes. O silenciamento de mulheres negras também está associado ao mercado cervejeiro. É notória a hipersensibilidade nas propagandas e é praticamente excluída o protagonismo de artistas negras nesse ramo. Foi uma junção de emoções e principalmente uma grande oportunidade de estar ao lado de mulheres e pessoas com um novo posicionamento sobre saborear novos caminhos. Agradeço a toda equipe em especial Sara Araújo por ter me apresentado essa escola que busca unir mundos”, conta Janine Mathias, cantora e compositora.

Lucas Sandoval, Janine Mathias e DJ Mitay.

“ Participar do Beer Summit é poder romper com o silêncio imposto a corpos como o meu, é combater o epistemicídio, é poder estar e ser plural, polifônica, ampliar as vozes”, comenta Sara Araújo, Sommeliere de Cervejas.

Considerado o maior evento de conhecimento do segmento na América Latina, o Beer Summit conta com mais de 50 horas de aulas, palestras, mesas redondas e divulgação de estudos científicos – 100% on-line, com opções de imersões gratuitas. Segundo Amanda Reitenbach, idealizadora do evento e CEO do Science of Beer Institute, o novo formato mantém os objetivos em meio à pandemia da Covid-19. “Este cenário de incertezas não afetou nossas metas”, garante.

Dividido em cinco trilhas de conhecimento, os temas abordados foram Diversidade, Equidade e Inclusão (trilha zero, gratuita); Negócios, Marketing e Empreendedorismo; Sommelieria, Estilos, Serviços e Harmonização; Matérias-Primas, Processos e Inovação e Tecnologia e Ciência Cervejeira

Entre os convidados, estão palestrantes de 14 países, com todo o conteúdo traduzido para o português. “Trouxemos a Florianópolis, reconhecido polo tecnológico nacional, um evento de qualidade, com foco na inovação”, destaca Amanda.

Aline Araújo e Amanda Reitenbach

O Beer Summit 2020 traz o resultado de pesquisas e participações em congressos e festivais de polos como Alemanha, Bélgica, Chile e Estados Unidos. É destinado aos que procuram se aprofundar na cultura cervejeira. “Também somos pautados pela diversidade e democratização deste ambiente que cresce a cada ano”, diz Amanda.

 

 

Deixe uma resposta

O QUE VOCÊ ACHOU?

Escrito por Ana Paula Komar

Jornalista, apaixonada por história, curiosa por culturas e apreciadora de boas cervejas!

InicianteVisualizaçãoEscritorVotação

Chegou o Beer Brokers! A nova plataforma online do Clube do Malte para vendas corporativas

ceia de Ano Novo

Receitas com cerveja – entrada e prato principal para a ceia de Ano Novo