in ,

Motoneta – A sua nova cerveja do dia a dia

Motoneta

Antes de falarmos sobre a Motoneta, a nova cerveja da linha de marcas próprias do Clube do Malte, vamos falar um pouco sobre a nossa fonte de inspiração para a criação desse rótulo.

Um pouco de história

motoneta

Estima-se que a primeira cervejaria brasileira foi fundada em 1640 pelo holandês Maurício de Nassau, que chegou ao Brasil junto com o cervejeiro Dirck Dicx, e juntos começaram a produzir cerveja em uma residência chamada La Fontaine.

Segundo Ronaldo Morado, cervejólogo e escritor, a produção de cerveja artesanal no Brasil começou discreta. Em 1830 os imigrantes começaram a fazer cerveja artesanal, mas apenas para o consumo da família e somente a partir de 1835, com mão de obra escrava e de trabalhadores contratados, eles passaram a produzir a bebida para vender no comércio local.

A cerveja artesanal no Brasil ganhou mais força no final do século XIX, quando o aumento dos impostos inviabilizou a importação. A partir de então, a bebida já muito consumida, passou a ser produzida em proporções um pouco maiores, empregando funcionários e crescendo cada vez mais. 

Logo, algumas atingiram grande escala de produção, como a Antarctica Paulista – Fábrica de Gelo e Cervejaria, que nasceu em 1888 e se tornaria a Companhia Antarctica Paulista em 1891; a Manufatura de Cerveja Brahma, que surgiu em 1888 no Rio de Janeiro, que em 1904  passou a se chamar Companhia Cervejaria Brahma; além da cervejaria de Henrique Kremer, que se tornou Imperial Fábrica de Cerveja Nacional e, em 1898 passou a se chamar Cervejaria Bohemia.

Já no início do século XX, mais precisamente em 1908, surge a Cervejaria Canoinhense, na cidade de Canoinhas (SC), ela provavelmente é a cervejaria artesanal mais antiga do Brasil ainda em atividade. Outro marco na história da bebida no cenário nacional foi o nascimento da Dado Bier, em 1995, na cidade de Porto Alegre. Uma marca que surge divulgando os movimentos inglês e americano de valorização da cerveja, abrindo caminho para a “revolução cervejeira” no Brasil. Na sequência nascem a Colorado (SP, 1995), a Borck (SC, 1996), a Krug Bier (MG, 1997) e a Baden Baden (SP, 1999).

De lá pra cá as transformações no mercado cervejeiro nacional foram várias, mas fato é, que desde que começou a ser produzida no Brasil, algumas cervejarias marcaram a história da bebida no país. 

Fonte: Morado, Ronaldo. Larousse da cerveja (p. 65). Alaúde. Edição do Kindle. 

Um retorno ao passado

Você lembra da primeira cerveja que tomou na vida? Do momento em que isso aconteceu e com quem você estava? Do gosto que tinha essa cerveja? Dependendo de quando isso aconteceu é  muito provável e comum que a sua primeira cerveja da vida tenha sido uma cerveja popular, uma marca emblemática da época. 

Quem lembra de rótulos históricos do cenário brasileiro como a cerveja Pérola de Caxias do Sul, famosa entre os anos 50 e 70? Ou a Brahma München que teve seu auge entre os anos 40 e 70? Também a Antarctica München, uma cerveja produzida por mais de 100 anos, que foi descontinuada no final dos anos 90? E a Malt 90, marca famosa nos anos 80 e que foi a cerveja oficial do primeiro Rock in Rio? E a Antarctica Porter? Você sabia que a Antarctica já produziu uma Porter antes? Ou ainda a mais recente e conhecida Kaiser Bock? Ela foi criada em 1994 como a primeira cerveja nacional do estilo Bock, mas deixou de ser produzida regularmente em 2012. Entre muitas outras que você deve estar puxando pela memória.

A Inspiração para a Motoneta!

motoneta

Toda essa trajetória da cerveja em nosso país, essa volta ao passado, seja ela da história da bebida ou das suas lembranças com ela, foi a inspiração para a criação da Motoneta, a nossa nova cerveja de linha.

Uma Pale Lager que resgata os verdadeiros sabores do malte. Que resgata um tempo em que as cervejas maltadas eram gloriosas. Uma cerveja de maturação lenta, cor com nuances avermelhadas, 5,1% de teor alcoólico, leve, refrescante, bem equilibrada, carbonatada e de sutil amargor. Perfeitamente aromática e saborosa é a pedida certa para o dia a dia.  

Mas sabe o que significa Pale Lager?

motoneta

A gente te explica de um jeito bem simples: Pale Lager é como toda cerveja puro malte deveria ser.
Leve, de corpo médio e com um delicioso sabor de malte.
Essa é a cerveja que você deveria tomar todos os dias.
Por isso, quando criamos a Motoneta, fomos buscar o sabor dos melhores maltes do mundo para levar mais vida até o seu copo.
Porque queremos te lembrar de um tempo bom.
Um tempo onde todo dia era dia de tomar cerveja de verdade.

Por que o nome Motoneta?

A linha criativa do rótulo segue os traços de elementos vintage, inspirados em tendências das décadas de 1950 a 1980. E quer algo mais vintage do que as clássicas motonetas desse período? A motoneta foi o elemento inspirador para a ilustração e representação do que queremos transmitir sobre essa cerveja que resgata um tempo bom. 

Deixe uma resposta

O QUE VOCÊ ACHOU?

Escrito por Ana Paula Komar

Jornalista, apaixonada por história, curiosa por culturas e apreciadora de boas cervejas!

InicianteVisualizaçãoEscritorVotação
Partido-Alto

Partido Alto – a Lager do Clube do Malte

cervejas do clube do malte

Você já experimentou as cervejas do Clube do Malte ?